Neurocirurgia

Subscrever feed Neurocirurgia
Atualizado: 2 horas 44 minutos atrás

Meralgia parestésica

qui, 06/14/2018 - 13:30

Dor, queimação, ardência ou diminuição da sensibilidade na coxa?

 

 

Tags: meralgia parestésicaformigamento na coxaneuralgiaciatalgia
Categorias: Medicina

Biópsia da coluna vertebral

qui, 06/14/2018 - 13:20

O procedimento de biópsia da coluna é utilizado para obtenção de material para cultura ou análise tecidual em pacientes com tumor ou infecção vertebral. 

 

Situações em que pode haver dúvida quanto ao diagnóstico e que a biópsia precisa ou pode ser realizada:

- espondilite ou espondilodiscite (infeção da coluna): o material retirado é enviado para cultura, para identificação do microorganismo responsável pela infeção, desta forma, podendo direcionar o tratamento com os antibióticos corretos

- metástases envolvendo a coluna vertebral, quando ainda não se sabe de onde é o tumor primário e o paciente não é candidato a cirurgia para ressecção total do tumor

- tumores primários da coluna

- diagnóstico de mieloma múltiplo 

- fraturas da coluna, sem causa aparente

 

Como é feito o procedimento?

O procedimento pode ser feito em ambiente de hospital dia, ou seja com uma leve sedação e anestesia local, o procedimento é rapidamente realizado e o paciente pode ir para casa no mesmo dia.

 

 

Tags: biópsia vertebraltumor da colunabiópsia da colunainfecção da coluna
Categorias: Medicina

Cisto sinovial (articular) na coluna

ter, 06/05/2018 - 11:42

Uma das causas de dor lombar ou nas pernas em pacientes com doença da coluna são os cistos sinoviais. Esses cistos são benignos, pequenos sacos que contém líquido proveniente das articulações da coluna e que são formados como resultado da degeneração (desgaste). Dependendo da localização e tamanho dos cistos, eles podem estreitar o canal vertebral, por onde passam os nervos, e causar dor.

 

O que causam os cistos sinoviais?

A sinóvia é um tecido fino que produz fluido que ajuda a lubrificar as articulações. Quando as articulações facetarias lombares começam a degenerar, esse fluido pode aumentar como tentativa de proteger a articulação. Em algumas pessoas, pequenas quantidades deste fluido escapam da cápsula articular, mas permanecem dentro da sinóvia, criando uma protrusão em forma de saco ou bexiga. O cistos sinoviais são relativamente comuns nos exames de imagem, principalmente na população idosa, mas nem sempre causam sintomas.

 

Quais são os sintomas causados pelos cistos sinoviais?

Os sintomas dependem muito da localização e tamanho do cisto, mas por serem mais comuns na coluna lombar, podem causar dor nesta região, além de dor, formigamento e perda de força nas pernas, pela compressão das raízes nervosas. Geralmente, os sintomas são aliviados na posição sentada, pois essa posição causa aumento do canal vertebral, aliviando a pressão nos nervos. 

 

Como os cistos sinoviais são diagnosticados?

A ressonância magnética e a tomografia computadorizada podem identificar os cistos sinoviais da coluna. Raios X também são realizados para determinar o grau de degeneração das articulações facetárias, e também para identificar outros problemas da coluna que podem causar instabilidade e estar associados com o cisto, como a espondilolistese (quando uma vértebra escorrega sobre a outra).

 

 

Como é o tratamento do cisto sinovial?

Se o cisto sinovial não estiver causando sintomas, nenhum tratamento além da observação, é necessário. Se o paciente estiver apresentando desconforto leve, pode ser recomendado que restrinja as atividades mais desconfortáveis. Medicamentos para dor, infiltrações e outros tratamentos conservadores como fisioterapia, também podem auxiliar no alívio da dor. No entanto, se a dor for grave, crônica e estiver interferindo das atividades da vida diária, cirurgia pode ser necessária. 

 

Como é a cirurgia para o cisto sinovial?

Procedimentos minimamente invasivos podem ser utilizados para o tratamento cirúrgico dos cistos sinoviais. A punção do cisto, juntamente com o bloqueio das raízes nervosas acometidas, pode ser realizado, especialmente nos casos em que a dor é único problema. A cirurgia endoscópica é uma alternativa minimamente invasiva, em que através de uma câmera, pode-se realizar a ressecção do cisto sinovial e liberação das estruturas nervosas. Em casos de recidiva do cisto, ou se houver instabilidade associada, está indicada a fusão da articulação, para assegurar que o cisto não retorne. Como cada paciente é diferente do outro, a consulta com um especialista é essencial. 

 

Referencias

Kao CC, Uihlein A, Bickel WH, Soule EH. Lumbar intraspinal extradural ganglion cyst. J Neurosurg 1968;29:168¾72. 

Lemish W, Apsimon T, Chakera T. Lumbar intraspinal synovial cysts. Recognition and CT diagnosis. Spine 1989;14:1378¾83.  

Hsu KY, Zucherman JF, Shea WJ, Jeffrey RA. Lumbar intraspinal synovial and ganglion cysts (facet cysts). Ten-year experience in evaluation and treatment. Spine 1995;20:80¾9.  

Tags: cisto articularcisto facetariocisto sinovialdor facetáriador lombarcolunaespecialista em colunaespondilolisteseestenosedor nas costashérnia de discomédico de colunalombalgianervo ciáticodor na colunacirurgia da colunatratamento colunacirurgia de colunasao paulocentrocentro especializado em colunaneurocirurgianeurocirurgiãocirurgia minimamente invasiva da colunainfiltraçõesbloqueiosbloqueio facetáriobloqueio na colunainfiltração facetáriafacetazigoapofizária
Categorias: Medicina

Vídeo - Endoscopia da Coluna

seg, 03/12/2018 - 14:52

A cirurgia endoscópica voltada para corrigir a hérnia de disco é um procedimento realizado pelo Instituto Amato e é uma opção minimamente invasiva para este problema, como explica o dr. Marcelo Amato (CRM 116.579). Confira!

 

Tags: cirurgia de colunacirurgia pra hernia de discocirurgia pra protrusão discalcirurgia para abaulamento de discocirurgia para abaulamento discalcirurgia minimamente invasiva da colunacirurgia minimamente invasiva pra hernia de discocirurgia endoscópica da coluna
Categorias: Medicina

Vídeo - Endoscopia Cerebral

seg, 03/12/2018 - 14:48

O Dr. Marcelo Amato (CRM 116579) é neurocirurgião do Instituto Amato e fala sobre a endoscopia cerebral.

 

Além das cirurgias endoscópicas para hérnia de disco, a neuroendoscopia pode ser aplicada para ressecção de tumores cerebrais e também para o tratamento da hidrocefalia. Esta doença, mais conhecida como o acúmulo de água dentro da cabeça, acomete crianças e adultos e as principais causas são: congênitas, infecções, sangramentos e tumores. O tratamento mais conhecido para hidrocefalia é cirurgia da válvula que consiste na inserção de um cateter no cérebro, dentro dos ventrículos que são as funções do líquor. Esse cateter está ligado a uma válvula e dessa válvula sai um cateter que geralmente é instalado no abdômen. A cirurgia chamada de ventriculostomia é realizada através da inserção de um endoscópio (uma câmera) através de um pequeno orifício no crânio. Essa câmera ela chega aos ventrículos e nesse sentido é realizado uma comunicação naquela ventriculostomia. A neuroendosocopia é um termo que se refere às neurocirurgias realizadas com o endoscópio, portanto englobam tanto as cirurgias da coluna vertebral como as cirurgias cranianas. A principal diferença entre a cirurgia com endoscópio e a cirurgia convencional é que na endoscopia, o cirurgião consegue enxergar através de uma câmera acoplada ao sistema e pode "olhar" para qualquer direção a partir do canal de trabalho, com toda a nitidez de um monitor Full-HD (alta qualidade) e com a luminosidade ideal controlada através de um foco de luz também acoplado ao sistema. Portanto, o endoscópio pode ser utilizado em qualquer cirurgia que se deseje uma visão privilegiada de dentro de um orifício natural ou de um orifício criado pelo canal de trabalho. Entre os procedimentos endoscópicos cranianos destacamos os seguintes:

1- tratamento da hidrocefalia através de neuroendoscopia

2- cirurgia de hipófise através de acesso endoscópio endonasal

3- neuroendoscopia para ressecção de cistos cerebrais

 

1- Hidrocefalia

Na maioria dos casos a hidrocefalia é tratada com as derivações, popularmente conhecida como válvulas. Estes sistemas são compostos de um cateter que fica em contato com o líquor dentro do ventrículo, “bolsão” de líquido dentro do crânio, e está ligado a uma válvula que limita a quantidade de líquido a ser drenado. A outra extremidade do catéter é passada por baixo da pele até uma outra cavidade do corpo que possa receber este líquido, geralmente a cavidade abdominal. Muitas formas de hidrocefalia podem ser tratadas por neuroendoscopia: através de um orifício no crânio, uma câmera de vídeo é introduzida até o ventrículo, a partir dai é possível comunicar o ventrículo com outro espaço intracraniano chamado de cisterna, desta forma o líquor circula mais facilmente e a hidrocefalia pode ser resolvida. A endoscopia tem a vantagem de tratar a hidrocefalia sem que um material estranho tenha de ser colocado dentro do organismo, no entanto, nem sempre é possível utilizar esta técnica. Procure o neurocirurgião para esclarecer todas as dúvidas com relação ao seu tipo de hidrocefalia, qual a melhor forma de tratamento e possíveis complicações.

2- Tumor de hipófise

Os principais tumores hipofisários são os adenomas, que se originam da glândula pituitária e são classificados de acordo com a função endócrina em secretores e não-secretores. Alguns destes tumores apresentam boa resposta com o tratamento medicamentoso, como é o caso dos prolactinomas. Os macroadenomas, tumores maiores que 10mm, que trazem sintomas e não respondem aos medicamentos devem ser tratados cirurgicamente. Atualmente, o melhor acesso à região da hipófise é por dentro da cavidade nasal com o uso do endoscópico. Instrumentos específicos são utilizados para abrir a sela túrcica, que é a porção óssea que acomoda a glândula pituitária. E, desta forma, realizar a ressecção dos tumores desta região.

3- Cistos Cerebrais

Os principais cistos cerebrais são: cistos aracnóides, cisto dermóide e epidermóide, cisto colóide e os cistos infecciosos. Geralmente os cistos cerebrais tornam-se sintomáticos por causarem compressão de estruturas neurológicas adjacentes a eles ou então por obstruírem a circulação liquórica e causarem hidrocefalia. Os sintomas podem ser: dor de cabeça intensa com vômitos, perda de consciência, perda visual ou outros sintomas neurológicos. O diagnóstico da hidrocefalia pode ser feito inicialmente com a tomografia computadorizada do crânio mas, os cistos são melhor avaliados pela Ressonância Magnética. A cirurgia endoscópica é de extrema valia em muitos desses casos, pois através de apenas um orifício no crânio, e mínima agressão ao encéfalo, alguns cistos podem ser ressecados (cistos colóides), outros cistos podem ser fenestrados (cistos aracnóides) e ainda é possível resolver a hidrocefalia através da ventriculocisternostomia endoscópica.

Tags: neurocirurgianeuroendoscopiacirurgia cerebraltumor cerebralneurocirurgia neurológicacirurgia de colunaem que hospital operar a colunamelhor centro-cirurgico de sao paulocom quem operarcranioneurocirurgiãohérnia de discomédico de colunalombalgianervo ciáticodor na colunasacroileíteacupunturacirurgia da colunatratamento colunaneurocirurgiãocirurgia minimamente invasiva da colunainfiltraçõesbloqueios
Categorias: Medicina

Vídeo - Pós-operatório de hérnia de disco

seg, 03/12/2018 - 14:43

O Dr. Marcelo Amato (CRM 116579), neurocirurgião, explica no vídeo como é o processo de recuperação de uma cirurgia de hérnia de disco, feita desde técnicas pouco invasivas até procedimentos sem necessidade de cortes, por meio de laser e radiofrequência.

 

 

Tags: especialista em colunacervicalestenosedor nas costashérnia de discomédico de colunalombalgianervo ciáticodor na colunasacroileíteacupunturacirurgia da colunatratamento colunamielopatia cervicalfisioterapiacirurgia de colunasao paulomoemacentrocentro especializado em colunaneurocirurgianeurocirurgiãocirurgia minimamente invasiva da colunainfiltraçõesbloqueios
Categorias: Medicina

Vídeo - Hidrocefalia de Pressão Normal

seg, 03/12/2018 - 14:35

A Hidrocefalia de Pressão Normal é uma doença que costuma acometer adultos, principalmente após os 60 anos de idade. Ela é caracterizada por um distúrbio da circulação liquórica (líquido cefalorraquidiano que protege e irriga o sistema nervoso central). O cérebro para de funcionar adequadamente, porque o líquido não é reabsorvido corretamente ou então apresenta dificuldade de circulação. Assista ao vídeo e veja mais detalhes com o Dr. Marcelo Amato (CRM 116579).

 

Tags: neurocirurgianeuroendoscopiacirurgia cerebraltumor cerebralneurocirurgia neurológicacirurgia de colunacranioneurocirurgiãocirurgia minimamente invasivacistosválvulacisto cerebral
Categorias: Medicina

Vídeo - Craniossinostose

sex, 03/09/2018 - 17:23

O crânio é formado por diferentes ossos que são ligados por suturas e junções. O fechamento precoce das junções, ainda durante período fetal, resulta em diferentes deformidades no crânio de acordo com a sutura envolvida. Assista ao vídeo e saiba quais os tipos de craniossinistose com o Dr. Marcelo Amato (CRM 116579).

 

Tags: cabeção-bullying-craniossinostose-sao-paulo-especialista-cirurgia-neuro-cranio-cranioestesnosecranioestenoseescafocefaliabraquicefaliaplagiocefaliaapelidobullyingcabeçacraniocriança
Categorias: Medicina

Angioplastia de carótida

ter, 10/31/2017 - 18:14
A angioplastia é realizada para a desobstrução de artérias, neste caso, da artéria carótida. É uma cirurgia simples, porém sofisticada e minimamente invasiva, realizada através apenas de punção. Entre outros benefícios, previne a ocorrência de isquemia cerebral (AVC ou derrame). Para realizar o procedimento, um cateter é colocado dentro da artéria para abrir espaço, facilitar o fluxo sanguíneo e desta forma, permitir que o sangue chegue ao cérebro adequadamente.   Leia nossa coletânea de perguntas frequentes sobre carótida e seus tratamentos.   A colocação de stent por método endovascular em carótida é normalmente acompanhado da dilatação endovascular antes ou após o procedimento. Os pacientes que podem fazer angioplastia antes do procedimento são aqueles onde a estenose é tão grave que o material endovascular não passa pelo estreitamento, e aqueles que fazem após o procedimento, o fazem para acomodar o stent na sua posição ideal. A restauração do fluxo pela angioplastia e pelo stent  libera a passagem do sangue para o cérebro através da obstrução na artéria carótida. A aterosclerose, doença que mais acomete as carótidas, é muito conhecida por também acometer as artérias do coração. A angioplastia de carótida possui um risco menor de infarto do que a cirurgia aberta de carótida, mas a indicação do melhor tratamento deve ser realizada em conjunto com o seu médico.

 

 

Autor: Dr. Alexandre Amato

Tags: vascularcarótida
Categorias: Medicina

Angioplastia de carótida

ter, 10/31/2017 - 18:14
A angioplastia é realizada para a desobstrução de artérias, neste caso, da artéria carótida. É uma cirurgia simples, porém sofisticada e minimamente invasiva, realizada através apenas de punção. Entre outros benefícios, previne a ocorrência de isquemia cerebral (AVC ou derrame). Para realizar o procedimento, um cateter é colocado dentro da artéria para abrir espaço, facilitar o fluxo sanguíneo e desta forma, permitir que o sangue chegue ao cérebro adequadamente.   Leia nossa coletânea de perguntas frequentes sobre carótida e seus tratamentos.   A colocação de stent por método endovascular em carótida é normalmente acompanhado da dilatação endovascular antes ou após o procedimento. Os pacientes que podem fazer angioplastia antes do procedimento são aqueles onde a estenose é tão grave que o material endovascular não passa pelo estreitamento, e aqueles que fazem após o procedimento, o fazem para acomodar o stent na sua posição ideal. A restauração do fluxo pela angioplastia e pelo stent  libera a passagem do sangue para o cérebro através da obstrução na artéria carótida. A aterosclerose, doença que mais acomete as carótidas, é muito conhecida por também acometer as artérias do coração. A angioplastia de carótida possui um risco menor de infarto do que a cirurgia aberta de carótida, mas a indicação do melhor tratamento deve ser realizada em conjunto com o seu médico.

 

 

Autor: Dr. Alexandre Amato

Tags: vascularcarótida
Categorias: Medicina

Hérnia de disco por endoscopia - Acesso Interlaminar

seg, 08/21/2017 - 19:08

Vídeo demonstrando o acesso interlaminar para o tratamento endoscópico da hérnia de disco.

 

Clique aqui para ver a técnica transforaminal!

Categorias: Medicina

Hérnia de disco por endoscopia - Acesso Interlaminar

seg, 08/21/2017 - 19:08

Vídeo demonstrando o acesso interlaminar para o tratamento endoscópico da hérnia de disco.

 

Clique aqui para ver a técnica transforaminal!

Categorias: Medicina

Potencial Evocado Somatossensitivo e Potencial Evocado Motor

sex, 08/18/2017 - 10:15

     Os potenciais evocados são sinais elétricos gerados pelo sistema nervoso em resposta a a algum estímulo. Em geral, estímulos sensitivos, visuais ou auditivos são utilizados para estudo da integridade das vias neuronais, desde o órgão captador do estímulo, passando ao longo dos nervos até as diferentes regiões do cérebro responsáveis pelo processamento de determinada informação. Por exemplo, no potencial somatossensitivo, estímulos sensitivos realizados no punho ou no tornozelo, passam pelo nervo periférico, pela medula espinhal, tronco encefálico e então alcançam diferentes áreas do córtex cerebral, onde os sinais são finalmente captados através de sensores posicionados no crânio. As respostas são gravadas em um equipamento que amplifica os sinais e produz gráficos que serão avaliados pelo médico neurofisiologista. Desta forma, é possível analisar a integridade da via neuronal da sensibilidade, de forma análoga a um circuito elétrico. 

 

     Os estímulos realizados nesse teste, são estímulos elétricos de baixa intensidade e são geralmente bem tolerados pelos pacientes, apesar de poder causar leve desconforto. O mesmo não acontece para o potencial evocado motor. Neste exame, o estímulo elétrico é gerado no crânio e captado nos membros, pois a idéia é testar a via neurológica responsável por levar as informações de movimento desde o cérebro até os músculos dos braços e pernas. Por esse motivo, o potencial evocado motor, apesar de extrema utilidade para diagnóstico de doenças neurológicas, só é realizado com a presença de anestesista para que o paciente fique sedado durante o exame.

 

     O potencial evocado motor faz parte da multimodalidade de testes neurofisiológicos hoje, amplamente utilizado para a monitorização intra-operatória em cirurgias neurológicas ou cirurgias de coluna, pois garante informação precisa da integridade das vias neurológicas para o cirurgião enquanto o paciente encontra-se anestesiado. Pode e deve ser também utilizado como exame diagnóstico de doenças que acometem a medula espinhal, como acompanhamento evolutivo dessas doenças ou para planejamento operatório. Sempre em sistema de hospital dia, ou seja, em ambiente preparado para sedação ou anestesia, sem necessidade de internação, sendo o paciente liberado alguns minutos após acordar. 

 

Para agendar o exame entre em contato com o Instituto Amato: clique aqui!

 

Dr. Marcelo Amato (neurocirurgião e cirurgião de coluna)

Dr. Ricardo Ferreira (neurofisiologista responsável)

 

 

 

Tags: potencial evocado motorpotencial evocado somatossensitivomonitorização intra-operatóriaMNIOPcirurgia de coluna
Categorias: Medicina

Potencial Evocado Somatossensitivo e Potencial Evocado Motor

sex, 08/18/2017 - 10:15

     Os potenciais evocados são sinais elétricos gerados pelo sistema nervoso em resposta a a algum estímulo. Em geral, estímulos sensitivos, visuais ou auditivos são utilizados para estudo da integridade das vias neuronais, desde o órgão captador do estímulo, passando ao longo dos nervos até as diferentes regiões do cérebro responsáveis pelo processamento de determinada informação. Por exemplo, no potencial somatossensitivo, estímulos sensitivos realizados no punho ou no tornozelo, passam pelo nervo periférico, pela medula espinhal, tronco encefálico e então alcançam diferentes áreas do córtex cerebral, onde os sinais são finalmente captados através de sensores posicionados no crânio. As respostas são gravadas em um equipamento que amplifica os sinais e produz gráficos que serão avaliados pelo médico. Desta forma, é possível analisar a integridade da via neuronal da sensibilidade, de forma análoga a um circuito elétrico. 

 

     Os estímulos realizados nesse teste, são estímulos elétricos de baixa intensidade e são geralmente bem tolerados pelos pacientes, apesar de poder causar leve desconforto. O mesmo não acontece para o potencial evocado motor. Neste exame, o estímulo elétrico é gerado no crânio e captado nos membros, pois a idéia é testar a via neurológica responsável por levar as informações de movimento desde o cérebro até os músculos dos braços e pernas. Por esse motivo, o potencial evocado motor, apesar de extrema utilidade para diagnóstico de doenças neurológicas, só é realizado com a presença de anestesista para que o paciente fique sedado durante o exame.

 

     O potencial evocado motor é hoje, amplamente utilizado para a monitorização intra-operatória em cirurgias neurológicas ou cirurgias de coluna, pois garante informação precisa da integridade das vias neurológicas para o cirurgião enquanto o paciente encontra-se anestesiado. Pode e deve ser também utilizado como exame ou para planejamento operatório em sistema de hospital dia, ou seja, em ambiente preparado para sedação ou anestesia, sem necessidade de internação, o paciente será liberado alguns minutos após acordar.

 

 

 

Tags: potencial evocado motorpotencial evocado somatossensitivomonitorização intra-operatóriaMNIOPcirurgia de coluna
Categorias: Medicina

Hérnia de disco a Laser: Tratamento coluna com laser

seg, 08/07/2017 - 11:24
O neurocirurgião dr. Marcelo Amato explica para quem a cirurgia a laser é recomendada, nos casos de hérnia de disco. Confira!  

*** Transcrição ****     Olá, eu sou doutor Marcelo Amato. E hoje nós vamos falar um pouco do tratamento a laser da hérnia de disco. Esse é o procedimento realizado nos Estados Unidos já desde a década de 80 e também em outros países da Europa, demorou um pouco para chegar aqui no Brasil, talvez por ter sido considerado um tratamento experimental por muito tempo. Hoje no entanto a literatura reforça o uso dessa técnica para o tratamento de algumas hérnia de disco principalmente as hérnias de disco contidas, ou seja, aquelas em que não houve o extravasamento do núcleo do disco através do ânulo fibroso, que é aquela cápsula, que envolve o núcleo do disco. Esse é o procedimento que é realizado no sistema de hospital dia, o paciente é realizado uma sedação e uma anestesia local através de inserção de uma agulha na região das costas do paciente, nós tentamos atingir o centro do disco, essa agulha ela posicionada na do centro do disco com o auxílio do arco cirúrgico, que é aquele equipamento de raio X que nos dá uma visão tridimensional do corpo. E aí através dessa agulha por dentro dela é passado uma fibra ótica essa fibra ela vai transmitir a energia do equipamento de laser até o centro do disco, essa energia fará com que o núcleo do disco se vaporize e dessa forma a redução a pressão dentro do disco, o volume e a pressão. A pressão reduzida dentro do disco faz muitas vezes com que o fragmento herniado retorne a sua posição habitual ou se isso não for possível a redução da pressão acaba reduzindo consequentemente a  pressão em cima das estruturas nervosas ao redor do disco, que pode ser o suficiente para trazer o alivio dos sintomas do paciente. É um procedimento que dura vinte minutos e o paciente pode ir embora para casa logo depois da cirurgia. Eu gostaria de reforçar também que assim como qualquer outro procedimento para as doenças degenerativas da colunas como as hérnias de disco, um procedimento ele nunca é suficiente, o paciente precisa adotar hábitos de vida saudável, precisa fazer uma reabilitação fortalecimento da musculatura que envolve a coluna. Adotar hábitos posturais bons como a gente já conversou aqui em outra oportunidade, porque senão muitas vezes a gente resolve o problema de um disco do paciente mas algum tempo depois ele vai ter problema no outro disco ou então em outra estrutura que seja de importância para o funcionamento correto da coluna. Bom, gente, hoje foi isso que eu quis mostrar para vocês. Para mais informações sobre esse ou outros procedimentos, acesse o nosso site e acompanhe nossas publicações nas redes sociais. Tags: videocirurgia laser hernia discal
Categorias: Medicina

Hérnia de disco a Laser: Tratamento coluna com laser

seg, 08/07/2017 - 11:24
O neurocirurgião dr. Marcelo Amato explica para quem a cirurgia a laser é recomendada, nos casos de hérnia de disco. Confira!  

*** Transcrição ****     Olá, eu sou doutor Marcelo Amato. E hoje nós vamos falar um pouco do tratamento a laser da hérnia de disco. Esse é o procedimento realizado nos Estados Unidos já desde a década de 80 e também em outros países da Europa, demorou um pouco para chegar aqui no Brasil, talvez por ter sido considerado um tratamento experimental por muito tempo. Hoje no entanto a literatura reforça o uso dessa técnica para o tratamento de algumas hérnia de disco principalmente as hérnias de disco contidas, ou seja, aquelas em que não houve o extravasamento do núcleo do disco através do ânulo fibroso, que é aquela cápsula, que envolve o núcleo do disco. Esse é o procedimento que é realizado no sistema de hospital dia, o paciente é realizado uma sedação e uma anestesia local através de inserção de uma agulha na região das costas do paciente, nós tentamos atingir o centro do disco, essa agulha ela posicionada na do centro do disco com o auxílio do arco cirúrgico, que é aquele equipamento de raio X que nos dá uma visão tridimensional do corpo. E aí através dessa agulha por dentro dela é passado uma fibra ótica essa fibra ela vai transmitir a energia do equipamento de laser até o centro do disco, essa energia fará com que o núcleo do disco se vaporize e dessa forma a redução a pressão dentro do disco, o volume e a pressão. A pressão reduzida dentro do disco faz muitas vezes com que o fragmento herniado retorne a sua posição habitual ou se isso não for possível a redução da pressão acaba reduzindo consequentemente a  pressão em cima das estruturas nervosas ao redor do disco, que pode ser o suficiente para trazer o alivio dos sintomas do paciente. É um procedimento que dura vinte minutos e o paciente pode ir embora para casa logo depois da cirurgia. Eu gostaria de reforçar também que assim como qualquer outro procedimento para as doenças degenerativas da colunas como as hérnias de disco, um procedimento ele nunca é suficiente, o paciente precisa adotar hábitos de vida saudável, precisa fazer uma reabilitação fortalecimento da musculatura que envolve a coluna. Adotar hábitos posturais bons como a gente já conversou aqui em outra oportunidade, porque senão muitas vezes a gente resolve o problema de um disco do paciente mas algum tempo depois ele vai ter problema no outro disco ou então em outra estrutura que seja de importância para o funcionamento correto da coluna. Bom, gente, hoje foi isso que eu quis mostrar para vocês. Para mais informações sobre esse ou outros procedimentos, acesse o nosso site e acompanhe nossas publicações nas redes sociais. Tags: videocirurgia laser hernia discal
Categorias: Medicina

Infiltrações e bloqueios para dor na coluna - Entrevista

ter, 03/14/2017 - 19:30

O neurocirurgião Dr. Marcelo Amato (CRM 116.579) fala sobre infiltrações na coluna ou "bloqueios", procedimentos que visam amenizar dores e limitações de movimento, além de possibilitar que o médico identifique qual estrutura da coluna que está causando o problema. Desta forma, cirurgias mais agressivas podem ser evitadas, e outros procedimentos minimamente invasivos  podem ser indicados, assim como a cirurgia endoscópica da coluna, os tratamento de hérnia de disco ou rizotomias com Laser ou com radiofrequencia. Assista e saiba mais!

 

Tags: endoscopia da colunahérnia de disco por endoscopialaserhernia de disco a laserneuroendoscopiador lombarcolunaespecialista em colunacervicalestenosedor nas costashérnia de discomédico de colunalombalgianervo ciáticodor na colunacirurgia da colunatratamento colunamielopatia cervicalfisioterapiacirurgia de colunasao paulomoemahigienópolisperdizescentrocentro especializado em colunaneurocirurgianeurocirurgiãocirurgia minimamente invasiva da colunainfiltraçõesbloqueiosbloqueio na colunainfiltração facetáriafacetaradiofrequenciarizotomia
Categorias: Medicina

Páginas

Não perca Frases do Einstein selecionadas a dedo.

Conhece alguma frase legal? Envie-nos.

Vote agora nas frases e citações que você mais gosta.

delorean